terça-feira, 18 de novembro de 2014

A moda e os modos dos anos 70

Olá! Vocês já repararam como a moda dos anos 70 invadiram o ano de 2014? Pois é, desde a temporada do inverno passado que vemos muito forte essa tendência: nas ruas, nas passarelas e na TV. Particularmente, tenho verdadeira paixão por essa epoca! As roupas, o estilo de vida e especialmente as músicas! Ai.... Sonho em fazer uma festa temática dos anos 70! Uma "discoteca" com globo, luzes e todo mundo com os looks bem caracterizados: roupa, make e cabelo! Uma super produção! Rssss

No Street Style, anonimas e famosas aderiram aos 70 sem medo:


Nos anos 70, a moda era bem democrática (olha aí outra semelhança com os dias atuais!): de um lado tinhamos a estetica hippie com jeans com enormes bocas de sino, bordados e muitos brilhos franjas, colares de contas, miçangas, bijuterias étnicas, saias e calças de cintura baixa com cintos largos, estampas florais e psicodélicas, bolsas de crochê, alças a tiracolo, botas de camurça, sandálias de plataforma, saias longas ou curtíssimas, batas.

De outro lado, tínhamos a moda Disco com muito brilho,  lurex, salto plataforma, body, bustiê, cores fortes e estampas metalizadas, vestidos justos e curtos, as calças boca de sino ganharam cintura alta e ficaram bem justas no corpo.


A novela das 18h00 da Globo, Boogie Oogie, se passa no final dos ano 70 e as duas personagens principais mostram bastante essa dualidade:

A personagem de Isis Valverde, a sandra, é de familia simples e tem visual baseado nos hippie:


 A Vitória, personagem de Bianca Bin, é uma patricinha, super moderna, ligada em moda, com visual disco:


Eu uso fácil o figurino das duas personagens, e vocês?

Nos anos 70, vivemos uma fase de mudanças de comportamento. As coisas foram mudando radicalmente. No final dessa década, quase nada sobrou da utopia e do amor livre dos hippies. Os protestos não eram mais pacíficos e pregando paz e amor. Iniciou-se o movimento punk, mais agressivo e pragmático. Os anos 70, foram dos jovens, que de uma maneira ou de outra, queriam contestar e mudar o mundo para mostrar que as coisas podiam ser feitas diferentes.


O mundo estava em ebulição com a derrocada norte-americana no Vietnã, o escândalo político de Watergate, o surgimento do movimento punk, a crise do petróleo e a ascensão de um pensamento econômico ultraliberal. No Brasil, iniciava-se a abertura politica, após os anos mais repressivos da ditadura militar, onde as transformações e movimentos culturais eram reprimidos com extremo rigor.


Atualmente, uma década pode acontecer em poucos meses, com a rapidez e efemeridade das coisas. O mundo conectado e globalizado permite isso. Então, estamos vivendo nos anos 70 de 2014... Muitas coisas acontecendo e a eterna ebulição que faz com que sempre procuremos o diferente. Ainda bem, não é?

Isabella Brito

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário!